Destinos Internacional

O que conhecer em Macau além dos cassinos?

Viajar para Macau é incrível, mas há bem mais do que cassinos para conhecer. Clique para conhecer mais sobre a cidade!

viajar para macau

Existe sim um lugar no mundo que consegue ofuscar Las Vegas: trata-se de Macau, a Meca dos cassinos na China. Inclusive, é o único lugar no país onde o jogo é permitido. Mas ao viajar para Macau, você vai perceber que os cassinos não são parecidos como os de Vegas, e isso se deve a um fato peculiar.

Macau foi colonizada por Portugal, e isso fez com que a região mesclasse a arquitetura imperial dos jogos com templos orientais e construções típicas da terrinha. Inclusive, há vários restaurantes em Macau que servem bacalhau e atendem os clientes em português.

Quer conhecer mais sobre o fascinante mundo das apostas em um dos cassinos mais incríveis do mundo? Acompanhe nosso guia a seguir!

Ao viajar para Macau, conheça os principais cassinos

viajar para macau

Primeiro, é importante que você saiba que Macau está a um fuso horário do Brasil. E como você deve imaginar, a principal fonte de renda vem do turismo. No total, Macau tem 33 cassinos, mas em termos de quantidade, Vegas ganha com 100 centros de jogos. 

Inclusive, Macau criou uma “Veneza artificial”, que tem até mesmo rios e gôndolas para reproduzir a cidade mais romântica do mundo. De todo modo, ainda que a estrutura seja incrível e muito luxuosa, os maiores cassinos do mundo estão localizados em Las Vegas.

O maior centro de jogos de Macau é o Venetian. Além disso, o cassino chinês também tem a sua própria versão do Wynn, um dos maiores cassinos de Las Vegas (assim como o Galaxy e o City of Dreams). 

O Wynn de Macau é também um dos maiores centros, e alguns dos maiores torneios de poker do mundo acontecem neste cassino. O local é imenso, tem shows musicais, show de água e centenas de opções de jogos para todos os gostos e bolsos. Ao viajar para Macau, você deve conhecer esse cassino!

O que fazer em Macau?

Mesmo que você não seja muito fã de jogos de cassino, há muito o que se fazer na região. Por exemplo, os mais de 15 museus de Macau são ricos em história e contam tudo desde a época em que foi colonizada pelos portugueses

O Museu de Macau uniu a arte e história do Ocidental e Oriental, e foi por meio dos cassinos que os portugueses encontraram prosperidade e fizeram muito dinheiro para transformar Macau no que é hoje.

O museu tem três andares, que contam desde o período de colonização até os dias atuais em que Macau é conhecida por ser glamourosa e cheia de luxo. O museu também tem jardins incríveis, que dão uma vista ainda mais bonita para o centro da cidade.

Ainda no Museu de Arte de Macau, a maior galeria da região, é possível contemplar pinturas históricas, fotografias, esculturas e caligrafias antigas, com foco na cultura da própria cidade. Pelo museu, já passaram obras desde Picasso até a Dinastia Qing. 

Conheça o centro histórico de Macau

viajar para macau

Caso você queira dar uma pequena pausa nos jogos e conhecer outro lado de Macau, também vale a pena conhecer a Casa Cultural de Chá de Macau. Essa casa neocolonial fica dentro de um espaço verde, e durante muitos anos, Macau foi uma das principais exportadoras de chá para os países do ocidente. 

Também vale a pena conhecer as ruínas de São Pedro, que já foram a maior igreja de Macau, mas hoje é um museu a céu aberto, sendo que lá está o maior tesouro local. Infelizmente, em 1835 um grande incêndio destruiu a igreja e manteve apenas a fachada e a escadaria que são do século 17. Hoje, o museu a céu aberto tem estátuas, portais, gravuras e uma Bíblia Pauperum. 

Se você quiser conhecer a antiga igreja, aproveite também para visitar o Museu de Arte Sacra, que preserva muitos objetos que  remontam a uma história antiga da Igreja Católica ainda no período colonial quando os portugueses estavam colonizando Macau.

E para conhecer mais sobre a herança portuguesa na cidade, vale muito a pena dar uma volta pela Vila de Taipa, uma ilha localizada ao lado de Macau que é povoada por chineses desde o início do século 12.

Foi ali o primeiro local em que os portugueses chegaram e começaram a montar a história do país. Na Rua do Cunho, é possível encontrar vários vendedores ambulantes que falam português e oferecem biscoitos, cafés, além de tortas de ovo e pudim de serradura, que são pratos clássicos de Portugal. Já na Avenida da Praia, há um local ideal para você passear e caminhar observando o mar. Existem vários restaurantes de culinária tradicional portuguesa na região, fazendo com que Macau seja ainda mais encantadora, pois é possível unir a cultura portuguesa e chinesa em um único lugar.

Então, gostaria de viajar para Macau? Saiba que para visitar a China, é necessário ter um seguro viagem para se proteger contra eventuais acidentes, estorno de bagagem e até mesmo voos perdidos. Clique aqui para conhecer o melhor seguro do mercado!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

You may also like

Leia mais