Seguro Viagem Vital Card
Home » Blog » Seguro Viagem Pandemia Covid-19
Coronavírus COVID-19 Destaque Dicas de viagem

Seguro Viagem Pandemia Covid-19

seguro viagem pandemia covid-19
Seguro Viagem Pandemia Covid-19

            A pandemia causada pelo COVID-19 trouxe diversas incertezas para todos, e o seguro viagem tornou-se um item ainda mais procurado por todos que desejam e necessitam viajar. Contudo, era comum às cláusulas contratuais de todas as seguradoras que trabalham com viagens (e outros tipos também) a exclusão de eventos causados por endemias, epidemias e pandemias.

            Mas a cada dia que se passou, tornou-se ainda mais óbvio a necessidade de um seguro viagem que cobrisse infecções causadas pelo Sars-CoV-2. Dessa forma, ter como exclusão a pandemia causada pelo vírus no seguro viagem tornou-se inviável.

            Neste artigo, então, veremos sobre o papel do seguro viagem durante a pandemia. Bem como, explicaremos a nova cobertura do coronavírus pelo Vital Card.

POR QUE AS SEGURADORAS EXCLUEM PANDEMIAS?

            Em ordem para responder isso, é necessário entender como as seguradoras funcionam. E, bem como, o papel delas no mercado financeiro.

            Explicaremos como funciona usando um exemplo bem básico. Há três seguradoras vendendo o mesmo tipo de seguro. A primeira dessas vende cinco seguros a 10 reais cada. Geralmente, ela tem um acionamento por mês. Por esse acionamento ela paga (sinistro) 20 reais. A segunda cobra 20 reais pelo seu produto. Entretanto, ela tem dois pagamentos de sinistro por mês (totalizando em 40). A terceira, vende seu produto a 5 reais, mas somente porque ela não tem sinistros.

O que o segurado paga a seguradora é chamado de “prêmio”. Ele parte de um princípio de mutualismo; cada segurado paga um pouco pra proteger a pessoa que sofre um problema. De forma mais “romântica”: “um por todos, todos por um”.

A seguradora, então, a partir da estimativa de sinistros pode calcular o quanto cobrar o seu prêmio.      

O papel no mercado financeiro

O seguro, seja viagem ou qualquer outro, mantém a saúde financeira de seus segurados protegida. Quando a pessoa segurada tiver algum problema, ela não precisará se preocupar em pagar as contas desse problema. Como resultado, poderá manter outras contas em dia, ou aplicar o dinheiro em alguma outra coisa. E, em larga escala, se ocorrerem muitos sinistros ela também protege o próprio mercado financeiro. Evitando, possivelmente, que diversas pessoas declarem falência.

Mas, para isso acontecer, as seguradoras não podem operar em prejuízo. Afinal, se ela pagar mais sinistros do que embarcar prêmios. Como irá pagar as contas? No ramo financeiro isso é chamado de ponto de equilíbrio (ou break even point).

Controlando o ponto de equilíbrio…

seguro viagem pandemia ponto de equilibrio

            É possível, além de aumentar o valor do prêmio, criar outras formas de manter o ponto de equilíbrio em uma porcentagem saudável. Entretanto, essas medidas podem ser piores para o segurado. Por exemplo, criar planos com franquia. A franquia é um valor pré-estipulado que só é pago pelas seguradoras quando excede este mesmo. Por exemplo, digamos que você possua uma franquia de 100 dólares. Teve um atendimento médico e custou 110 dólares. Você, o segurado, paga 100 dólares, e o resto fica a cargo da seguradora.

O que isso tem a ver com pandemia?

Pandemia não é a única cláusula comum de exclusão de todos seguros. Nessa lista também entram problemas relacionados com: Endemia, epidemia, guerra, problemas da natureza (por exemplo, terremotos, erupções vulcânicas), acidente nuclear etc.

O motivo disso é que o prejuízo causado por esses problemas é incalculável. Sim, em negrito, itálico e sublinhado. A sinistralidade aumenta drasticamente nesses casos. Não somente pro seguro viagem, mas todos os outros. De repente, usando aquele primeiro exemplo das três seguradoras, todos os 15 segurados acionam seu seguro. E não somente com um sinistro de R$20, mas de 30, 40 reais e até mais. E mesmo com um resseguro (popularmente conhecido como o seguro dos seguros) as seguradoras podem ir à falência.

Por fim…

            Em um resumo muito resumido; pandemia causa mais acionamentos. Mais acionamentos são mais sinistros. E, além disso, como o mundo inteiro presenciou, a pandemia fechou vários setores. O turismo sendo um dos primeiros desses setores.

OS NÚMEROS DA PANDEMIA 

infográfico de representação do número básico de reprodução em pandemias
Número básico de Reprodução – Pandemia

            No momento em que este texto está sendo escrito (12/11), a pandemia do coronavírus infectou mais de 51.5 milhões de pessoas através do mundo.

Existe um termo em epidemiologia chamado de “Número básico de reprodução” ele é representado por “R0”. Nos primeiros dias da pandemia do COVID-19, o R estava superior a 5 (R5). Em outras palavras, um infectado transmite o vírus para outras 5 pessoas. Quando se trata da taxa de número básico de reprodução, qualquer número acima de 1 é alto!

Hoje, devido ao uso de máscaras, distanciamento social e constante higienização das mãos o coronavírus está com R2~R2.5 (ainda alto). Ou seja, um infectado transmite o vírus para outras 2 pessoas. Respeitando ainda mais essas medidas, é possível baixar o número básico de reprodução. Afinal, com pessoas usando máscara e respeitando o distanciamento social a taxa de infecção cai drasticamente.

Sobre a maior parte dos infectados pela pandemia

Agora, dos infectados, cerca de 80~85% têm sintomas muito leves ou são assintomáticos. Isso é um problema, pois a pessoa pode não fazer ideia que está com o vírus e passar para alguém do grupo de risco. Ou, se ir a uma festa, passar para outras dezenas de pessoas. Cabe então aos governos e autoridades de saúde fazerem o rastreamento e testar a população da doença para evitar que o número básico de reprodução aumente.

Sobre a menor parte dos infectados pela pandemia

Dos outros 15% a 20% é onde está o grande perigo para saúde. Estes precisarão de cuidados médicos, e desses 20% (usando a parcela maior), 5% estarão em estado crítico. Precisando de ser internados com uso de ventiladores mecânicos. Tirando que, muitos desses que sobreviverem, podem ter sequelas que levarão consigo pelo resto da vida.

*Todas as fontes com os números sobre a pandemia do Sars-Cov-2 estarão disponíveis no final do texto.

O SEGURO VIAGEM VITAL CARD 

logo vital card seguro viagem

           O Vital Card possui dois planos que cobrem casos de COVID-19, quando contraído em viagem; um deles possui uma cobertura de despesa médico-hospitalar (DMH) de 5 mil (dólares ou euro) e outra de 10 mil. Parece pouco, mas a dura realidade é que em casos de internações pela pandemia a cobertura de todos é pouco. Ainda mais se for necessário a internação com o uso do ventilador mecânico.            Entretanto, nosso foco não foi somente os 15 a 20% que necessitam de internação. Mas também os 80 a 85% que somente precisarão ficar em quarentena. 

Além da DMH temos também Traslado de corpo

Caso haja falecimento decorrente a pandemia do COVID-19. O seguro viagem Vital Card cobrirá em até 7 mil (dólares ou euros) o custo com o traslado de corpo do segurado. Entretanto, vale lembrar que em muitos casos os países não permitem o traslado de corpo devido ao COVID-19. Pois ainda assim há chance de transmissões. Sendo assim, cobriremos custo da cremação e repatriação da urna com as cinzas.

Mais informações sobre a cobertura do seguro viagem durante a pandemia

Sendo um adicional, o viajante poderá optar em contratar o plano sem a cobertura de COVID ou com. Bem como, ele ainda poderá contratar o adicional para prática esportiva profissional junto a este plano.

Dessa forma, lançaremos junto as condições gerais deste produto. Para mais informações sobre as coberturas, exclusões, como funciona etc. Você pode checá-las em nosso site.

NOTAS FINAIS

Realizar viagens é um problema atualmente. Foi pensando nisso que tentamos facilitar e tornar mais segura as viagens de nossos segurados. Nosso intuito é o de criar um seguro viagem simples, confiável e eficaz para a pandemia do coronavírus. Mas ainda assim, precisaremos de ainda mais trabalho e estudo.

Os nossos próximos passos são; liberar a cobertura receptiva e o plano nacional (atualizaremos o texto quando disponível). Depois disso, avaliaremos junto a nossa seguradora formas de completar o nosso seguro viagem sem complicá-lo. E, bem como, ficaremos atentos a recepção de nossos agentes de viagens afiliados, corretores e segurados. Estamos, desde já, estudando formas de aumentar o valor da cobertura de DMH sem agravar o valor do prêmio.

Nós agradecemos a todos. E pedimos para se manterem seguros durante essa pandemia! E desejamos também ótima saúde e viagem a todos!

FONTES

https://covid19.who.int/ (em inglês). Dashboard da OMS sobre o número total de infecções e mortes causadas pela pandemia do COVID-19.

https://www.who.int/news-room/q-a-detail/coronavirus-disease-covid-19-masks#:~:text=Masks%20are%20a%20key%20measure,person%20who%20is%20infected. (em inglês). Informações da OMS sobre o uso de máscaras.

https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public# (em inglês). Dicas de saúde geral da OMS durante a pandemia do coronavírus.

https://www.healthline.com/health/r-nought-reproduction-number#covid-19-r-0 (em inglês). Informações sobre o número básico de reprodução.

Related posts

Deixe um Comentário