Seguro Viagem Vital Card
Home » Blog » Seguro Viagem EUA
Dicas de viagem Seguro Viagem América do Norte

Seguro Viagem EUA

Mapa dos EUA com os estados - cartaz geográfico pictórico da América, mão desenhada letras design para decoração de parede, guia de viagem, imprimir. Ilustração em vetor tipografia criativa única.
Seguro Viagem EUA

Seguro viagem nos EUA não é obrigatório. Mas vou ser sincero, o sistema de saúde deles é uma máfia. Torceu o pé? Somente o raio-x vai custar uns 700 dólares. Custará ainda mais se você estiver em algum cidade como Nova Iorque. Uma consulta simples pra checar uma garganta inflamada? Se você conseguir achar uma clínica em um beco sujo (com barulhos de sirenes e helicópteros na distância) vai sair 100 dólares. E isso são para problemas relativamente simples. Problemas no coração ou renais as contas podem passar dos 100mil dólares (na cotação do dia em que esse texto está sendo escrito isso vale 530 mil reais). Em longas internações o preço é ainda maior.

Agora, se estiver nos EUA com um seguro viagem; basta acioná-lo e eles cuidarão de tudo. O custo disso? Nenhum centavo além do prêmio que você pagou pela proteção.

Seguro viagem nos EUA não é obrigatório. Sem contar que se você for tirar o visto, ir preparado com um seguro viagem não diminuirá suas chances de ter sua entrada aceita nos EUA. A propósito, se estiver precisando de uma ajuda em vencer a burocracia e finalmente conseguir esse bendito visto: https://www.vistos.com.br/pais/ -unidos

Como é feito o atendimento médico nos EUA?

Com o seguro viagem surgem algumas opções. Em casos mais simples geralmente é optado pela telemedicina. O médico te consulta por uma chamada de vídeo em alguma plataforma específica da clínica, geralmente via aplicativo.

Outras vezes temos os house calls. O médico vai até você, seja hotel, apartamento, hostel etc.

Também temos a opção de coordenar o atendimento com uma clínica ou hospital próximo. Basicamente, ao acionar a central de atendimentos eles checam a disponibilidade local. Isso inclui vários fatores como; se todo mundo está ocupado, a urgência do caso, localidade e diversos outros. 

Quando não puder ser feito a telemedicina, for um caso mais complexo, ou um doutor demoraria muito para o house call, a central do seguro viagem EUA encaminha o segurado para uma clínica ou hospital credenciado próximo, avisando de antemão que o segurado está a caminho.

fluxograma para acionamento do seguro viagem eua
Veja como é simples acionar o seguro viagem eua

Por fim, temos o reembolso. Aconteceu algo grave e você não pode esperar pela coordenação de atendimento? Vá até o local mais próximo e receba o atendimento. Guarde toda a documentação necessária (recibos e relatório médico) e solicite o reembolso do atendimento. Às vezes, o seguro viagem permite que você ligue quando está na clínica. Aí a central em contato com a clínica tentando negociar para você não pagar nada pra eles e a conta vir direto para a seguradora. Porém, infelizmente, isso varia muito do local.

Ah, e caso seja indicado medicações para você comprar. Guarde a receita, o relatório médico e os recibos, elas podem ser reembolsadas depois pelo seguro. (Acredite, medicação por lá também pode ser bem cara).

Problemas mais comuns em viagens para os EUA

Com ou sem pandemia um dos problemas de saúde mais comuns em viagens para qualquer lugar é a gripe. E, caso você pegue uma, o seguro viagem irá te proteger.

Na Florida, por exemplo, a época da gripe é na metade do ano. Em especial nas semanas 23 e 24 (metade de junho). No hemisfério norte isso é o verão, imagine então a quantidade de turistas do mundo inteiro visitando aqueles maravilhosos parques.

Uma simples consulta lá pra tratar disso vai te custa algo entre 130 e 150 dólares, podendo passar dos 250 dólares dependendo do local que você for atendido e outras possíveis complicações da doença. Sem mencionar o custo dos remédios. Poderia ter contratado um seguro viagem EUA por uma fração desse valor; podendo economizar esses 100 e poucos dólares para uma futura férias. 

Artigo publicado pela CNBC em outubro de 2017

Neste artigo, eles relataram os gastos que o cidadão americano teve na temporada de gripe 2016/2017 (https://www.cnbc.com/2017/10/30/the-flu-costs-the-us-economy-10-point-4-billion.html link em inglês). Estima-se que nessa época 24.5 milhões de americanos pegaram gripe. Desses, 11 milhões procuraram cuidados médicos. Resultando em 10.4 bilhões em gastos com a saúde. Dando uma média insana de 945 dólares por atendimento. De fato, nem todos pagaram toda essa quantia, mas para isso acontecer, quer dizer que tem gente que pagou mais, muito mais mesmo. Desses foram casos mais complexos, pessoas com problemas crônicos de saúde, idosos e até mesmo gestantes que necessitaram de internamento. Quer arriscar em qual lado da média você fica ao viajar sem seguro viagem para os EUA?

Outro problema comum é a intoxicação alimentar. Outra coisa que o seguro viagem EUA vai te proteger. A média de custos para um atendimento básico já aumenta, subindo a pelo menos 160 dólares. Estima-se que essa doença move um “mercado” de pelo menos 15 bilhões de dólares anualmente nos EUA. O grande problema disso é que dependendo do caso internações são necessárias. Internação aqui, lá, ou em qualquer canto do mundo é caro. Caso tenha viajado sem o seguro viagem, e precisou ficar internado por intoxicação alimentar, os custos médios são de, pelo menos, 2500 dólares por dia de internação.

Comparativo sem Seguro Viagem EUA

infográfico comparativo de uma viagem de sete dias para disney world com uma consulta mais um dia de internamento por intoxicação nos estados unidos
Valor: Viagem de 7 dias Disney World x 1 dia de Internação nos Estados Unidos

Vale mencionar que fomos “bacanas” ao criar esse infográfico. O primeiro por não termos contado pacotes de descontos nessas férias. Usamos o preço diário, sem descontos familiares ou por diversos dias de estadia. O segundo é que contamos somente um dia de internação em tratamento intensivo. 

Já não está barato de viajar. Vai deixar ainda mais caro não adquirindo um seguro viagem EUA?

Chega de terror

Pessoas assustadas, emoções humanas. Desenhos animados em quadrinhos pop art retro
Assustado!?

O problema do pessoal que trabalha com seguro, seja viagem, automóvel, vida ou qualquer outro é o mesmo; sempre querendo assustar. Mas isso é porque no geral não temos a mentalidade de ver seguros como uma necessidade, mas sim um complemento opcional… Até as contas virem.  

Sendo assim, nos próximos parágrafos vou escrever como os EUA são um destino maravilhoso para turismo. E também como um seguro viagem para os EUA pode tornar sua estadia por lá muito tranquila.

Flórida: Orlando & Miami

Praia do Sul, Miami Beach. Flórida (Seguro Viagem EUA).
Praia de Miami | Flórida

O estado da Flórida no sudeste dos EUA é a porta de entrada para muitos turistas. Inclusive, a principal fonte de renda desse estado é o turismo. Porque isso? Além das praias, há centenas de atrações turísticas por todo o estado. 

Começando por Miami, a segunda cidade mais populosa do estado. Lá além de belas praias você encontrará muitas, mas muitas mercadorias mesmo! Uma curiosidade sobre Miami, ela é a cidade irmã do Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Vitória! 

Justamente devido a quantidade de turistas, é comum você encontrar algumas clínicas e hospitais por lá que falam espanhol (e muitas pessoas que acham que no Brasil se fala espanhol). No caso do seguro viagem Vital Card, nessa região temos até alguns doutores na nossa rede credenciada que falam um pouquinho de português! Infelizmente não podemos garantir atendimento com tais médicos, pois isso tudo depende da demanda do dia e localização.

E Orlando?

A cidade mais visitada dos EUA, e a segunda mais visitada do mundo. Além dos pântanos a cidade tem algo muito mais divertido de se ver… A própria cidade, na realidade, é basicamente um parque de diversões. Além do Walt Disney World a cidade possui outros 6 parques temáticos gigantescos. Desses 7 parques, 5 deles estão entre os 10 melhores do mundo. E sem mencionar outros 4 gigantescos parques aquáticos. Se você acha que parque de diversões é só pra criança tenho um amigável conselho, cresça e vá se divertir por lá! Está de férias, ponha um calção, uma camisa florida, um par de havaiana, e vá se divertir numa montanha russa!

Castelo de projecção noturna e fogos de artifício show
Orlando a cidade mais visitada dos EUA

Justamente por isso o seguro viagem por lá acaba se tornando uma necessidade. Acidentes bobos acontecem. A gente se machuca, não tem escapatória por mais cuidadoso que alguém possa ser, ainda mais crianças. Por isso, porque deixar suas férias numa cidade tão maravilhosa serem arruinadas por não ter comprado um seguro viagem? O suado dinheiro de sua viagem de férias é pra se divertir, não pra tratar um tornozelo torcido.

New York City

Nova York City Skyline Reflexões ao nascer do sol (Seguro Viagem EUA)
Nova Iorque é a terceira cidade mais populosa das Américas

No nordeste dos EUA se encontra “a grande maçã”. Nova Iorque fica no estado de mesmo nome (o engraçado é que a capital do estado é Albany). De qualquer forma, Nova Iorque é a terceira cidade mais populosa das Américas, atrás de São Paulo e Cidade do México. Somente a capital possui quase metade da população do estado. 

Lá também é uma das cidades mais visitadas do mundo e o número de turistas por lá cresce a cada ano. E, também a cidade mais rica do EUA e do mundo. Há muita coisa para se fazer e visitar na cidade. Museus, teatros, restaurantes, esportes, zoológicos, compras, parques. Ela é a definição de uma cidade cosmopolita nos EUA. A cidade nunca dorme, e quem a visita nunca esquece. 

É comum também quem passa por lá fazer um bate-volta em outras cidades; como Washington D.C. (District of Columbia). Cidade também cheia de pontos turísticos, ver a casa branca, o capitólio, os monumentos em homenagem aos fundadores dos EUA e diversas outras figuras de importância do país. Assim como Filadélfia, no estado da Pensilvânia. Cidade que além de ter nos proporcionado os filmes do Rocky Balboa, há outros pontos turísticos muito interessantes, ainda mais se você for um aficionado em história.

E porque o seguro viagem? Se lembra que lá em cima em mencionei o house call? Pois então, o custo de um na Flórida sai entre 250 e 300 dólares… Em Nova Iorque o preço dobra. Quando for viajar para os EUA, e se for em Nova Iorque, viaje com um seguro viagem! Lá o atendimento médico é muito caro, até mesmo no padrão do país.  

Viva, Vivaaa, Vivaaaa Las Vegaaas!

Cidade de Las Vegas Skyline ao Cenic Dusk. Luzes coloridas da Cidade do Pecado mundialmente famosa. Nevada, Estados Unidos.
Cassinos, glamour, apresentações artísticas incríveis, 24 horas por dia, 7 dias por semana

Las Vegas, localizada no oeste do EUA no estado de Nevada. Cassinos, glamour, apresentações artísticas incríveis, 24 horas por dia, 7 dias por semana. O preço da estadia em Las Vegas varia. Depende de qual hotel e qual quarto desse hotel você se hospedará e, obviamente, o quanto você deixar nos cassinos. Mas, ei, vai que a sorte sorri.

Agora imagina a cena: É o começo da madrugada, você já tomou alguns drinques, gastou mais dinheiro do que queria ou está com mais dinheiro do que iniciou a noite, antes de voltar para o seu quarto você vê aquele belo restaurante com uma placa gigantesca “ALL YOU CAN EAT BUFFET $2,99”. Lá dentro tem bifes gigantescos e mais camarão do que em um navio pesqueiro. Claro, prazer imediato nessa madrugada, mas e no dia seguinte quando acordar? Seguro viagem EUA também serve pra isso.  Sem contar que Las Vegas fica no meio do deserto, 40° o dia inteiro. Uma simples volta na quadra pode se tornar em uma tortura.

O Oeste distante dos EUA

Pôr do sol em Laguna Beach, Condado de Orange, Califórnia
Califórnia, o terceiro maior estado dos EUA

Califórnia, o terceiro maior estado dos EUA. Lindas praias na costa, desertos magníficos, montanhas incríveis. Além disso temos a segunda mais populosa cidade do país, Los Angeles (que, também, não é a capital do estado). Ali é um dos polos culturais do mundo, parte daqueles maravilhosos parques que estão em Orlando tem seus estúdios e escritórios em Los Angeles.

Também temos a belíssima cidade de São Francisco, uma das cidades mais ricas do mundo com uma cultura ainda mais rica. Não falta o que fazer na cidade, assistir uma peça de teatro, visitar diversos pontos turísticos, algo tipo uns 30 por rua. Se você já viu aqueles seriados de detetives dos anos 70, as próprias ruas, na realidade, são pontos turísticos.

O oeste dos EUA é um lugar mágico, e para arranhar a superfície desse local são necessário dias e mais dias de turismo. Para isso, diversas operadoras de turismo, inclusive a Schultz, criam pacotes focados somente no oeste americano. E acredite, vale a pena cada centavo.

Nesse tipo de pacote é também incluso uma visita ao magnífico Grand Canyon, que fica por maior parte no estado do Arizona, vizinho de Nevada.

Bela paisagem de Grand Canyon do Desert View Point com o rio Colorado visível durante o crepúsculo (Seguro Viagem EUA)
Grand Canyon

Os custos de atendimento médico por lá também estão acima da média para o padrão dos EUA. Não tão caros quanto Nova Iorque, mas ainda assim caros. Sem mencionar que uma visita para o Grand Canyon pode ser perigosa. Lá é quente, além de você ter a opção de praticar rafting e fazer diversas trilhas por aquelas paisagens maravilhosas. Aposte na sorte em Las Vegas, não na saúde. Contrate o seguro viagem. 

Qual Seguro Viagem EUA devo escolher?

Conceito de empresário, escolhendo a porta
Qual seguro viagem escolher

A resposta sobre qual seguro viagem escolher, independentemente do destino, é sempre “depende”. Optar sempre pelo mais completo é mais seguro, maior valor de cobertura, assistências etc. 

Se for uma viagem rápida e você é um jovem. Uma cobertura independente de 30mil dólares deve ser o suficiente. 

Uma cobertura independente funciona da seguinte forma: Em um dia, tem uma dor de garganta. Os custos disso são descontados dos 30mil dólares da cobertura. No outro dia, tem dor de barriga. Como é um caso diferente, é descontado de outros 30mil dólares. Em outras palavras, em cada problema são 30mil dólares. Somente se for o mesmo caso (complicações do mesmo problema) é que vai descontando da mesma cobertura.

Se a viagem não for tão rápida e pretende praticar alguns esportes. Aí é mais seguro pegar uma cobertura de pelo menos uns 60mil dólares. Fraturas são caras de serem tratadas, e o preço de internação lá é muito mais caro. Entretanto, fique esperto com as condições gerais do seguro viagem contratado. Há riscos excluídos e práticas esportivas podem ser consideradas a parte.

Agora, está grávida?

Você precisa contratar um produto que tenha uma cobertura especial para gestantes. Estes geralmente têm uma cobertura para a mãe, e para problemas relacionados exclusivamente a gravidez.

Possui algum outro problema de saúde? Já tem mais idade? Um seguro viagem com cobertura de 60mil dólares e além é necessário. Por vezes até o dobro disso. Não brinque com o custo de saúde nos EUA. E nesses casos (e também nos outros), sempre leia as condições gerais do produto contratado. Novamente, existem riscos excluídos. Se você está em uma situação peculiar, ligue para a central do seguro viagem e tire suas dúvidas.

Agora para os intercambistas, geralmente não é obrigatório o seguro viagem EUA, no entanto, algumas escolas pedem. Mesmo muitas vezes sendo opcional, contrate um. O tamanho da cobertura sugerido vai de acordo com seu tempo de estadia e os outros fatores já mencionados.

E é claro, nem mencionamos ainda que aviões, bagagens também atrasam nos aeroportos dos EUA. Portanto, já sabe, contrate um seguro viagem.

Esperamos que aproveite sua trip pelos EUA, e qualquer dúvida, deixe um comentário aqui embaixo!

Related posts

1 comentário

Seguro Viagem Internacional | Manual Completo | Blog Vital Card 22 de julho de 2020 at 19:27

[…] O seguro viagem internacional não é obrigatório em viagens aos Estados Unidos. Contudo, em caso de intercâmbio pode ser exigência da escola, devido aos altos custos de atendimento médico no país. A exceção dos Estados Unidos é quando se trata do visto J-1. Que é um visto de intercâmbio patrocinado por alguma instituição de ensino dos EUA. […]

Resposta

Deixe um Comentário