segunda-feira, 19 outubro 2020
Seguro Viagem Vital Card
Home » Blog » Pontos Turísticos do Centro-Oeste, bonito é pouco!
Destinos Dicas de viagem

Pontos Turísticos do Centro-Oeste, bonito é pouco!

Capivara na água do lago com pássaros. O maior rato do mundo, Capivara, Hydrochoerus hydrochaeris, com luz noturna durante o pôr do sol laranja, Pantanal, Brasil. Imagem engraçada, natureza tropical.
Bonito é pouco!

A beleza é subjetiva, porém, uma coisa é certa; os pontos turísticos do centro-oeste brasileiro são magníficos.

O centro-oeste do Brasil é composto pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, e também o Distrito Federal. Apesar de ter somente três estados ele é a segunda maior região do Brasil e, em contrapartida, a segunda menor em densidade populacional. Graças a isso, a maioria dos pontos turísticos da região são as maravilhas naturais.

Os pontos turísticos que mais se destacam no centro-oeste são, sem dúvida, o pantanal, as chapadas e Bonito. A região também possui diversos locais históricos em todos estados que a compõe. A singular e desafiadora arquitetura de Brasília. Além disso, o centro-oeste brasileiro possui diversos pontos turísticos para realizar turismo religioso e cultural. Entre eles estão diversos santuários modernos e igrejas históricas.

Ah, e já avisamos antes e depois, mesmo em turismo doméstico o seguro viagem é um investimento inteligente em todas suas viagens!

Sem mais delongas, sente e aproveite, pois começaremos a nossa viagem pelos pontos turísticos do centro-oeste brasileiro. 

Brasília

Eixo monumental de Brasília ao anoitecer, Brasil

A capital federal é a maior cidade construída no século XX, além disso, é a maior área tombada pela UNESCO com 112,5 km² e também a mais jovem a receber o status. Isso se deve a maravilha arquitetônica elaborada pelo urbanista Lúcio Costa, o arquiteto Oscar Niemeyer e o engenheiro Joaquim Cardozo. 

Apesar de ter completado apenas 60 anos em 2020, Brasília possui uma história interessante que, inclusive, data antes de sua construção. O termo Brasília, por exemplo, foi cunhado em 1823 por José Bonifácio. E, reza a lenda que, o São João Bosco sonhou com a criação de Brasília, tornando-se então um dos padroeiros da cidade.

O turismo no distrito federal é diversificado, porém, boa parte dos pontos turísticos da cidade encontram-se no Eixo Monumental. O turismo por ali começa no mirante da Torre da TV, local qual você pode ver toda a avenida Eixo Monumental. O local privilegiado da torre a tornou em um dos principais pontos turísticos da cidade, a visão do mirante é um dos cartões postais da cidade.

Ainda no Eixo Monumental há diversos edifícios incríveis e únicos em todo o mundo. Por exemplo, o prédio do Congresso Nacional do Brasil, do STF, a catedral de Brasília, o Palácio do Itamaraty dentre muitos outros. Vale também mencionar os diversos monumentos da região, por exemplo, o Memorial JK, a escultura “Os Candangos” na praça dos três poderes e muitos outros presentes não somente na praça, mas em toda a cidade. Ah, caso esteja indo por lá pela primeira vez, visite na praça a Casa de Chá. Antigamente ela era de fato uma casa de chá, porém hoje em dia ele serve como ponto de informação para turistas.

Ponte Juscelino Kubitschek em Brasília com iluminação colorida.

Museus & Parques

Local como Brasília, obviamente, não faltariam diversos museus. Na mesma praça de três poderes está presente o Museu Histórico de Brasília, onde você poderá ver toda a história do distrito federal.  

Bem, os pontos turísticos do distrito federal não são somente de concreto. Lá também há opções para ecoturismo, diversos parques, por exemplo, o Parque Dona Sarah Kubitschek, o Jardim Botânico de Brasília, e o zoológico da cidade. Porém, neste artigo daremos destaque ao Parque Nacional de Brasília. Neste parque há diversas piscinas que são sua principal atração, além disso, ele conta com duas trilhas na qual é possível ver cachoeiras. Contudo, nem todo o parque está aberto à visitação, existem áreas restritas, dentre elas está a barragem de Santa Maria, responsável por quase 1/3 de abastecimento de água da cidade.

Goiás

Vista panorâmica de um parque em Goiânia, cercado por muitos edifícios modernos e árvores tropicais. Goiânia, Goiás, Brasil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

No meio do centro-oeste, no coração do Brasil está o estado de Goiás. Os pontos turísticos do estado são diversificados, porém, quem predomina são as belezas naturais.

Em Goiás também há muita história. História que remete desde o século XVIII com a ida dos bandeirantes ao estado.

Rua principal da Cidade de Goiás em Goiás Brasil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Começando pelo município de Goiás, que foi capital do estado por quase 200 anos. Também conhecido como Goiás Velho, o município é patrimônio histórico e cultural mundial devido a sua arquitetura barroca. O local é muito bem preservado até hoje, é um daqueles pontos turísticos que dá a impressão de estar viajando no tempo. Além da arquitetura barroca, existem festivais o ano inteiro na cidade, um dos mais importantes é o FICA (Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental) que recebe filmes do mundo inteiro.

A capital Goiânia é a maior cidade do centro-oeste. Ela possui um turismo bem eclético, e com uma vida noturna muito ativa. Uma coisa interessante sobre Goiânia, é que ela é uma das cidades urbanas com maior área verde do país. Quase 30% do território da cidade é área verde, no município há muitos parques quais vale a pena visitar. Dentre estes parques, o mais famoso talvez seja o Vaca Brava. Um belíssimo parque com um lago, em volta do local existem diversos bares, lojas e restaurantes. Também ocorrem lá diversos encontros e shows ao vivo. 

Goiânia também tem um dos pontos turísticos mais interessantes do centro-oeste, a feira hippie. Ela não só é a maior feira ao ar livre do Brasil, mas da América Latina inteira. Contando com mais de 7000 barraquinhas! Lá você encontrará muita roupa e artesanato. E, obviamente, culinária local de sobra. Faça questão de provar o famoso empadão de Goiás quando visitar a feira.

Natureza de Goiás

Cachoeira Salto 80m no Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, Goiás, Brasil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Agora sim vamos começar com a riqueza da natureza que somente o centro-oeste brasileiro pode oferecer. Um dos melhores pontos turísticos em Goiás e da região centro-oeste, é o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. A Chapada dos Veadeiros pode não estar entre os maiores parques nacionais do Brasil. Mas, sem qualquer dúvida, é um dos mais bonitos.

Para abrir o relato da Chapada dos Veadeiros, este parque nacional é abrigo de quatro espécies em risco de extinção, o caju-do-cerrado, veado-campeiro, a onça-pintada e o lobo guará. Além deles, há diversas outras espécies raras de fauna e flora no parque. Das belezas naturais o acesso ao parque já é digno de um cartão postal e belas fotos, o parque nacional é cercado por uma cordilheira. É possível fazer diversas trilhas, os melhores e mais visitados pontos turísticos são; os Saltos do Rio Preto, duas quedas da água, uma com 120m e outra com 80m de altura! Ali também é possível ver o cânion do Rio Preto e se banhar nas maravilhosas piscinas naturais. 

Tem mais na Chapada dos Veadeiros

Os atrativos da Chapada dos Veadeiros ainda não acabaram; ainda há diversas outras cachoeiras no local, uma das mais bonitas, possivelmente é a cachoeira de Santa Bárbara, uma água azul cristalina própria para um refrescante banho. 

Outro do que parece ser intermináveis pontos turísticos da Chapada dos Veadeiros é o Vale da Lua. Este é um local bem interessante de se visitar, a formação rochosa esculpida pelo rio São Miguel faz o local parecer um pedaço da lua (menos a água, obviamente). 

Fã de esporte radicais? Na cachoeira Raizama é possível praticar rapel. 

Ainda há diversos outros pontos turísticos na região. Apesar de um guia não ser obrigatório, é recomendável, não somente para conhecer melhor o local, mas também por questões de segurança. Principalmente se for sua primeira vez na Chapada dos Veadeiros.

Vale da Lua (Moon Valley), Chapada dos Veadeiros, Goias, Brazil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Termas

Por fim, finalizamos o nosso breve tour pelo estado de Goiás por um dos lugares mais relaxantes do centro-oeste; a cidade de Caldas Novas. A cidade recebe mais de 3 milhões de turistas o ano inteiro por uma única razão; é a maior estância hidrotermal do mundo. Quem mais se aproveita dos inúmeros hotéis e clubes da região e as maravilhosas termas presentes neles, são os turistas da região sudeste brasileira e do próprio centro-oeste. A temperatura da água das termas presentes em Caldas Novas varia entre 43° até 70°. 

Outros pontos turísticos na cidade incluem diversos parques aquáticos e o Parque Estadual da Serra de Caldas Novas. Trilhas e cachoeiras e um prato cheio para os praticantes de ciclismo. 

Mato Grosso

Paisagem da Chapada dos Guimarães, cidade localizada no centro do Brasil, a 62 km da cidade de Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso. É o centro geográfico da América do Sul.

Cobrindo a parte norte da região centro-oeste brasileira, está o belo estado do Mato Grosso. Rico também em muita história, no século XVIII durante à corrida ao ouro diversos viajantes passavam pela capital Cuiabá. Tornando-a o coração do centro-oeste brasileiro. Nos dias de hoje, Cuiabá possui seu centro histórico tombado, com estruturas que remetem à criação da cidade no século XVII.

Os pontos turísticos de Cuiabá são diversos, por exemplo, as opções de museus são incríveis. Um dos mais interessantes, especialmente para aqueles interessados em conhecer a história da cidade, é o Museu do Morro da Caixa D’Água Velha. Este local foi construído em meados do século XIX e por mais de um século foi o único ponto de abastecimento da cidade. 

lindo pôr do sol - Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Parques, Praças e a culinária de Cuiabá

Cuiabá também possui diversos parques e praças que valem a pena a visitação. Um dos mais curiosos é a praça Pascoal Moreira Cabral, nela, acreditava-se estar o centro geodésico da América do Sul. As coordenadas foram determinadas pelo marechal Cândido Rondon no começo do século XX. 

E não deixe também de visitar os restaurantes com comida típica da cidade, destaque para o arroz com carne seca e farofa de banana.

Agora, uma das coisas de maior importância sobre Cuiabá; é que ela é o portão de entrada pra todo o centro-oeste brasileiro. Se for visitar diversos dos pontos turísticos presentes no Mato Grosso, a passagem por Cuiabá é certa. 

Um daqueles pontos turísticos do centro-oeste cuja visitação é obrigatória; é o parque Nacional da Chapada dos Guimarães. Há pouco mais de 30 km de Cuiabá esse maravilhoso parque nacional, no qual, de fato, está presente o centro geodésico da América do Sul. Inclusive lá você poderá visitar o Mirante da Geodésia. O local oferece uma visão incrível que resume a natureza do centro-oeste, tanto uma vista para o cerrado quanto para o pantanal. Ah, e de bônus, é um ótimo local pra enfrentar o medo de altura. 

Lindo véu de noiva, cachoeira Véu da Noiva no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, América do Sul. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Lá tem trilhas e cachoeiras

A Chapada dos Guimarães conta também com diversas trilhas e cachoeiras. Uma das mais magníficas, talvez de todo o centro-oeste, é a cachoeira do véu da noiva. Ela possui uma queda de 86m de altura. Se quiser se banhar, é possível realizar a trilha até a cachoeira dos namorados, ou a cachoeirinha. O acesso a ambas se dá pela mesma trilha.

Os principais pontos turísticos da Chapada dos Guimarães podem ser visitados sem guia, o local é seguro e bem movimentando. Contudo, fique atento aos horários do parque nacional, ele está aberto das 9h até às 16h.  

Belas paisagens da serra roncador localizada em Mato Grosso - Brasil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

As teorias e histórias da serra do Roncador

Outro dos pontos turísticos mais curiosos e místicos está no oeste do Mato Grosso, próximo à fronteira com a Bolívia, a serra do Roncador. Primeiro, o nome “roncador” foi dado por causa do barulho que o vento faz ao passar pelas paredes rochosas durante a noite. Segundo, em 1925 o coronel britânico Percy Fawcett sumiu misteriosamente enquanto procurava pelas ruínas de Atlântida. Desde então, diversas teorias sobre a serra do Roncador foram criadas.

Histórias e teorias a parte, a serra do Roncador ainda possui outros pontos turísticos para visitação, pequenas piscinas naturais, córregos, grutas e a prática de montanhismo. Contudo, fique atento, ali é recomendável contratar um guia. 

Mato Grosso do Sul

Bonito, Mato Grosso do Sul, Gruta do Lago Azul é um passeio contemplativo dentro da caverna,

Finalizando o centro-oeste brasileiro com o estado do Mato Grosso do Sul. A parte norte e a oeste do Mato Grosso do Sul é coberto pelo incrível pantanal, a maior planície inundável do mundo, considerada patrimônio natural mundial e reserva da biosfera pela UNESCO. O pantanal também faz parte do bioma do Mato Grosso, bem como de um pedaço do Paraguai e da Bolívia. Contudo, a maior parte do pantanal está presente no estado do Mato Grosso do Sul, sendo assim, deixamos o na lista neste estado.

Mas estamos nos adiantando, apesar do pantanal ser um dos pontos turísticos mais famosos não somente do centro-oeste brasileiro, mas talvez do mundo. O Mato Grosso do Sul oferece muitas opções; começaremos nossa viagem pelo estado na sua capital, Campo Grande.

Vista aérea da cidade de Campo Grande em um lindo dia. Pôr do sol na capital mato-grossense. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Turismo em Campo Grande!

Campo Grande é a terceira maior cidade do centro-oeste o turismo de negócios é muito forte por lá. Diversos eventos acontecem o ano inteiro e a cidade possui uma infraestrutura muito forte para isso. Diversos hotéis, centros de convenções etc. Na cidade destacam-se os parques e museus, como Goiânia, Campo Grande também é uma cidade muito arborizada. Dos pontos turísticos que valem a pena visitar, é o Museu da Cultura Dom Bosco, popularmente conhecido como Museu do Índio. 

Este museu está localizado no Parque das Nações Indígenas, onde eventualmente ocorrem diversos eventos. O museu possui mais de 40 mil peças em exposição de diversas áreas, além de outras 5 mil peças de diversas culturas indígenas. Se ainda achou pouca coisa em exposição, o museu também possui centenas de animais, mamíferos, aves, borboletas e outros insetos embalsamados em exposição. Como se tudo isso não fosse o suficiente, o Museu da Cultura Dom Bosco ganhou renome científico mundial devido à qualidade de suas exposições científicas, assim como a educação para todas as idades.

O próprio Parque das Nações Indígenas é um dos pontos turísticos que têm de ser visitados em Campo Grande. O local é gigante, possui um belo rio, pistas para corridas, quadras esportivas, diversos monumentos e um dos ícones da fauna brasileira habita o parque; a capivara. 

Day use em crescimento!

Outras opções de pontos turísticos em Campo Grande e em todo o estado é o day-use, tanto de hotéis quanto de fazendas. É comum nos incríveis roteiros vendidos por agências de turismo fazerem paradas em diversas fazendas para almoço, café da manhã ou um tempo livre. Tendo tempo para aproveitar as diversas atrações do local, piscinas, esportes, cavalgadas, spa e mais! Esses day-use geralmente fazem parte se os pacotes tiverem como pontos turísticos Bonito e/ou o Pantanal.  

Pôr do sol de alto contraste no Pantanal brasileiro com victoria regias e água

O Incrível, O Único, O Pantanal!

Agora, uma visita ao sul do Pantanal geralmente se inicia em Campo Grande. Ao chegar na capital sul-mato-grossense um dos locais mais comuns para iniciar sua viagem ao Pantanal é pelo município de Corumbá, a oeste de Campo Grande. Como já mencionado, o Pantanal é um dos pontos turísticos de ecoturismo mais incríveis, não somente do centro-oeste, mas do Brasil e do mundo. Parte disso se deve a sua incrível biodiversidade, e de sua área que ocupa aproximadamente 140 mil km² do centro-oeste brasileiro, 50% maior que todo o território de Portugal. 

O ecoturismo sustentável na região vem crescendo, o local possui diversas pousadas pantaneiras. Nelas é possível fazer um safári fotográfico e observar muito das diversas espécies presentes por lá. Nelas incluem; 650 espécies de aves, dentre elas a arara-azul-grande, tuiuiús e tucanos. Residindo no pantanal também estão presentes 124 espécies de mamíferos como; a onça-pintada, capivaras, lobo-guará e o bugio-do-pantanal. Diversos répteis, jacarés e cobras. E, bem como, 1100 espécies de borboletas. 

Perto de um Jaguar deitado ao lado de uma árvore na margem de um rio, Pantanal, Brasil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Quando o assunto é flora ela também está presente com muita diversidade no Pantanal, ainda mais pela região possuir cinco biomas distintos; a Floresta Amazônica, o Cerrado, a Caatinga, a Mata Atlântica e o Chaco. É possível ver ipês, vitória-régia, palmeiras, orquídeas, mandacaru e mais. 

Visitar os pontos turísticos do Pantanal é, em resumo, uma emocionante e inesquecível aula sobre a natureza. 

Cachoeira do Rio Formoso - Bonito - Mato Grosso do Sul - Brasil. Pontos turísticos do Centro-Oeste

Bonito é pouco!

Por fim, finalizando o artigo sobre os maravilhosos pontos turísticos presentes no centro-oeste brasileiro; a cidade com o nome mais humilde do mundo, Bonito. 

Se você quer conhecer os pontos turísticos do centro-oeste, essa cidade é parada obrigatória e, junto com o Pantanal, ela é um dos destinos obrigatórios do ecoturismo mundial. 

Bonito é possivelmente o integrante mais proeminente do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, que também faz parte do Complexo do Pantanal. Uma das razões quais Bonito se destaca entre os pontos turísticos do centro-oeste se deve ao fato de sua hidrografia; os rios em Bonito são transparentes, fato que se deve devido a diversas rochas, principalmente o calcário.

Em Bonito você poderá se banhar nessas águas cristalinas, visitar diversas pequenas e belas cachoeiras. Estar lá é uma experiência incrivelmente relaxante. Porém, uma das experiências mais singulares que só pode ser encontrada nesse município, é uma visita ao ponto turístico abismo de Anhumas. 

Uma descida de mais de 70 m por uma caverna, visitando um incrível lago subterrâneo. Flutue nesse lago surreal. Ou, caso seja certificado, pratique em um dos pontos mais incríveis de snorkel de água doce do planeta.

Finalizando…

O centro-oeste inteiro possui diversos outros incríveis e surreais destinos turísticos. Independentemente da época do ano, há sempre algo pra se ver e fazer nos estados que compõe o centro-oeste brasileiro.

Uma ótima notícia, é que o turismo do centro-oeste cresce a cada ano, especialmente o ecoturismo. Dessa forma, diversas agências por todo o Brasil, inclusive a Schultz, possuem diversos pacotes para conhecer os melhores pontos turísticos do centro-oeste.

E lembre-se, centro-oeste brasileiro ou qualquer outro lugar do país ou do mundo, contrate um seguro viagem

Caso queira saber mais sobre outros pontos turísticos do Brasil além do centro-oeste, leia também nosso artigo sobre o Nordeste e seus maravilhosos destinos.

Por fim, esperamos que tenham gostado dos pontos turísticos do centro oeste, e até o próximo artigo!

Related posts

Deixe um Comentário