Destinos Telemedicina

O que é jejum intermitente?

Você já ouviu falar em jejum intermitente? Entenda como ele ajuda a emagrecer e como você pode começar a fazer hoje mesmo!

jejum intermitente

Das práticas que ajudam a reduzir o peso, o jejum intermitente é uma das mais eficientes. Mas não se trata de nenhuma dieta especial.

Na verdade, o jejum intermitente nada mais é do que uma prática que busca intercalar períodos de alimentação e jejum.

O objetivo é fazer com que o metabolismo estimule o nosso corpo a produzir mais energia a partir das reservas de gordura.

Ok, mas como isso funciona? E por que esses períodos intervalados ajudam a queimar a gordura? Já vamos falar sobre isso!

É importante que você saiba antes que esse jejum não é recomendado por mais de 24 horas. O ideal é que ele seja feito durante um período entre 12h e 15 h.

E já estamos considerando nesse período as 8 horas que você passa dormindo! Durante os intervalos em que a pessoa não pode comer, é permitido que ela ingira líquidos. Mas você deve dar preferência para água ou bebidas que contenham cafeína, como café, chá preto e chá mate, ok?

Antes de começar a praticar o jejum intermitente, é importante que você converse com um médico e nutricionista para saber qual a melhor opção para as suas necessidades.

Isso porque há diferentes intervalos utilizados nesse jejum, como o de 10 horas, 12 horas, 15 horas e 16 horas.

No caso de um jejum intermitente de 12 horas, a pessoa deve permanecer essas 12 horas sem comer, contando as horas de sono.

Portanto, se a pessoa vai dormir 00:00h, só deveria comer ao meio-dia. Até a 00:00h, ela está liberada para fazer três refeições, mas é extremamente importante manter a qualidade daquilo que se está ingerindo. Caso contrário, a prática não trará nenhum efeito!

Confira abaixo o que você poderá comer nessa dieta!

O que eu posso comer no jejum intermitente?

jejum intermitente

É importante manter o controle do que você está comendo durante esse período em que é permitido se alimentar.

O ideal é que você aumente a quantidade de alimentos integrais e alimentos ricos em fibras, porque são eles que vão promover a saciedade no seu organismo.

Foque em alimentos como:

  • Legumes;
  • Frutas;
  • Verduras;
  • Oleaginosas;
  • Grãos integrais;
  • Carne branca;
  • Carne vermelha magra;
  • Mandioca;
  • Batata doce;
  • Inhame;
  • Macarrão integral;
  • Arroz integral;
  • Leguminosas, como feijão, soja e lentilha;
  • Sementes como linhaça, chia, quinoa, linhaça dourada e gérmen de trigo;

E evite alimentos como:

  • Salgadinhos;
  • Salgados fritos;
  • Salgados assados;
  • Embutidos;
  • Alimentos enlatados e em conserva;
  • Doces;
  • Refrigerante (acima de qualquer outra coisa);
  • Açúcar branco;
  • Pão branco;
  • Macarrão preparado à base de farinha de trigo;
  • Pizza;
  • Arroz branco;
  • Batata inglesa;
  • Congelados, como nuggets, lasanha, hambúrguer, tortas ou até mesmo macarrão;

Durante os primeiros dias em que você estiver praticando o jejum intermitente, provavelmente sentirá mais fome do que o normal.

Mas fique tranquilo (a), isso é normal e só durará alguns dias. O mais importante é que você faça um esforço e controle a fome para não compensar nas outras refeições.

Se você fizer isso, estará estragando o jejum intermitente, que não servirá para nada.

Por que ele ajuda a perder peso?

O processo de digestão começa ainda na boca, com a amilase salivar, que começa a quebrar os alimentos.

Quando esse processo se inicia, o corpo já entende que é preciso começar a liberar mais insulina no corpo. Esse hormônio capta a glicose proveniente dos carboidratos e joga para dentro das células.

O restante acaba sendo estocado nos adipócitos. Acontece que quando falta glicose no sangue, o corpo passa a liberar o glucagon, um hormônio que quebra o glicogênio para o fornecimento de energia.

Ou seja, quando uma pessoa faz o jejum intermitente, acaba ocorrendo uma liberação maior de glucagon do que de insulina.

E isso faz com que mais gordura seja quebrada para a liberação de energia.

É importante que o período não exceda as 24 horas, porque além disso o corpo começa a quebrar a própria massa magra. Mas se você mantiver o padrão explicado de 12 horas a 16 horas, não prejudicará o seu organismo e ainda emagrecerá de forma mais rápida.

O que você achou sobre o jejum intermitente? Se você gostou, saiba que é fundamental ter o apoio de um profissional da saúde. Você já ouviu falar em telemedicina? Clique aqui e entenda como funciona o atendimento à distância!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

You may also like

Leia mais