segunda-feira, 19 outubro 2020
Seguro Viagem Vital Card
Home » Blog » Qual a diferença do seguro viagem e seguro saúde?
Destaque Tudo Sobre Seguro Viagem

Qual a diferença do seguro viagem e seguro saúde?

Diferença do seguro viagem e seguro saúde
Diferença do seguro viagem e seguro saúde

A Diferença do seguro viagem e seguro saúde pode ser um pouco mais complexa do que talvez imaginasse. Isso se deve ao fato das coberturas dos serviços você tenha contratado. Mas, não se preocupe, nesse artigo vamos te ajudar a entender a diferença entre os dois e qual o ideal.

O que é o quê?

Antes de falar sobre a diferença de um para o outro, precisamos definir o que é o que, em outras palavras, “dar nome aos bois”. 

Começando pelo seguro viagem

Como todos os seguros, o de viagem também é regulamentado pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). Os seguros viagem possuem condições gerais que determinam os eventos que cobrem e o que não cobrem. Além é claro das coberturas de despesas médico-hospitalares e odontológicas. O serviço também possui outras coberturas e assistências, tais como, por exemplo; Repatriação sanitária, cancelamento de viagem, interrupção e regresso antecipado de viagem, atraso de bagagem, auxílio legal etc

O seguro viagem é obrigado a reembolsar as despesas médico-hospitalares e odontológicas do seu segurado (caso essas despesas sejam previstas nas condições gerais do produto, geralmente são cobertas urgências e emergências médicas/odontológicas). Porém, hoje em dia, tanto para facilitar a vida dos segurados como para poupar custos desnecessários à seguradora, muitos dos prestadores desse serviço possuem redes credenciadas. Em outras palavras, na necessidade de uma consulta, o segurado aciona a central de atendimento do seu seguro. E a central coordenada um atendimento para o segurado, sem custo algum para o mesmo.   

Bem, é importante notar que o seguro viagem é feito para viagens. Ele te protegerá contra qualquer imprevisto que possa acontecer durante sua viagem de férias, negócios ou estudos.

E o seguro de saúde?

Ele é parecido com o plano de saúde (ou também conhecido como operadora). Eles possuem uma rede credenciada, geralmente em território nacional, e pedem para os seus segurados procurarem atendimentos nessas redes. A Diferença do seguro viagem e seguro saúde é que no seguro eles também aceitam consultas por reembolso. O segurado escolhe o próprio médico, faz o atendimento, paga e a seguradora reembolsa. Porém, devido a essa opção, o seguro de saúde tende a ser um pouco mais caro em relação aos outros serviços. E também o plano de saúde é separado por categorias, por exemplo, familiar, individual, empresarial etc…

Uma grande diferença dos seguros são as outras coberturas específicas que os de viagens possuem, como mencionado acima, atraso de bagagem, extravio de bagagem etc. Outra diferença é que o seguro de saúde vai cobrir consultas de check-up, exames investigativos, enquanto o de viagem somente urgências e emergências.

O que é uma rede credenciada?

Redes credenciadas
Redes credenciadas

Falamos bastante sobre a “rede credenciada”, e o que é isso? Os serviços possuem uma rede de diversos prestadores cadastrados com o qual indicam ao segurado pra receber o atendimento médico ou odontológico. 

Quando o atendimento é coordenado com a central de atendimento do seu seguro, o segurado é encaminhado para algum prestador da rede credenciada. Seja uma clínica, hospital, consulta por telemedicina, ou algum médico que vá até você (house calls). Em resumo, quando isso acontece não haverá necessidade de reembolso. Pois a própria seguradora pagará diretamente ao fornecedor do serviço.

Qual a diferença em viagens nacionais?

Agora que nomeamos todos os nossos bois, podemos ir ao que interessa e falar sobre a diferença dos serviços no território nacional.

Primeiro, o próprio pra viagens vai estipular uma distância mínima de sua cidade pra você poder acioná-lo. Já o de saúde é em qualquer lugar. 

Segundo, pode ser que o seu serviço contratado, tanto de viagem quanto de saúde não possua rede credenciada no seu destino. Portanto, talvez seja somente possível consultas por meio de reembolso.

Por último, esse serve caso você tenha alguma condição de saúde pré-existente ou crônica. A diferença de um para o outro é muito importante nesse quesito, geralmente, o de viagens cobre somente o agravamento súbito dessa condição de saúde. Em outras palavras, a seguradora não irá reembolsar ou organizar um atendimento caso você necessite de uma consulta eletiva ou de rotina. 

Qual a diferença em viagens internacionais?

Estar segurado em uma viagem internacional é muito importante, inclusive, em alguns países é até mesmo obrigatório. Por exemplo, os países do tratado de Schengen. Assim como, coberturas de atraso de voo e de bagagem se tornam mais importantes. 

É necessário saber algumas coisas sobre seu seguro de viagem ou de saúde: os valores da cobertura em despesas médicas-hospitalares, se há regresso sanitário e repatriação em caso de falecimento. Em alguns países essas coberturas são obrigatórias. Assim como pode ser necessário ter a cópia do bilhete de seu seguro em outra língua.

Agora, alguns (os de saúde) podem cobrir despesas médico-hospitalares em viagens internacionais, mas uma coisa que deve ser levada em consideração é a logística. Pode ser que você esteja em um país qual não fale o idioma. Por mais que você ache no Google Maps o hospital mais próximo, é provável você não ter o conhecimento de como é o local, de como funcionam os atendimentos. E, até mesmo na Europa, muitos hospitais tem no nome “público”, entretanto, eles são públicos, não gratuitos. O seguro de viagem te ajudará nesse contato, tanto para te indicar para uma clínica, house call, ou marcar uma consulta via telemedicina (se disponível no país em questão).

Em caso de viagens longas ou intercâmbios

Seguro viagem para intercâmbio ou viagens longas
Seguro viagem para intercâmbio ou viagens longas

A disponibilidade de uma rede credenciada pelo segurador se torna uma diferença vital. Por mais que você tenha a opção de reembolso, atendimentos no exterior podem ser muito caros. Dependendo do país, por exemplo os Estados Unidos, estamos falando de possíveis milhares de dólares em atendimentos. E mesmo países com atendimentos gratuitos, como o Canadá, o gratuito é apenas para cidadãos, visitantes precisam pagar o atendimento médico. A diferença de ter ou não essa disponibilidade de uma rede credenciada é muito importante. Seja para evitar custos exacerbantes ou dor de cabeça.

QUAL ESCOLHER?

A realidade é que apesar das diferenças um não exclui o outro. Você pode ter um ótimo seguro, ou até mesmo plano de saúde que cubra atendimentos no mundo inteiro. Ainda assim, ele não te dará protegerá contra outros imprevistos em viagem. 

Portanto, por melhor que seja seu seguro ou plano de saúde, é sempre bom também estar protegido pelo de viagem. Assim você terá as outras coberturas e assistências específicas para viagens. 

Lembre-se também em caso de viagens internacionais se o seu plano atendente todas as necessidades, como a cobertura mínima necessária, repatriação etc. Isso pode ser a diferença de entrar ou não em diversos países.

E quando for viajar preste atenção nas coberturas e assistências extras de cada serviço disponível no mercado, a diferença de um produto pra outro é onde você descobrirá qual deles é o melhor em suas viagens. Em dúvida, você pode checar no nosso blog como funcionam os seguros de viagens. Fechamos por aqui a diferença entre os seguros, qualquer dúvida deixe um comentário aqui no blog

Related posts

Deixe um Comentário