quarta-feira, 25 novembro 2020
Seguro Viagem Vital Card
Home » Blog » Quem tem carta-convite precisa de seguro viagem?
Coronavírus COVID-19 Tudo Sobre Seguro Viagem

Quem tem carta-convite precisa de seguro viagem?

Sim, mesmo quem tem carta-convite precisa de seguro viagem. Os dois são coisas distintas e um não substitui o outro. Para entender completamente, primeiro precisamos entender o que é exatamente uma carta-convite.

Quando precisa e o que é a Carta-Convite?

Uma mão feminina (mulher) segurar (aberto) um envelope e cartão postal na mesa de madeira, vista superior no estúdio.
Quem tem carta-convite precisa de seguro viagem?

Ela é um comprovante de estadia que é necessário para os turistas que não se hospedarão em hotéis ou hostels

A carta é criada por um residente (nativo ou não) legal do país podendo ser redigida a mão ou impressa. Ela deve possuir alguns dados básicos como; Nome do residente, registro/comprovante de cidadania, local de morada etc. A carta-convite também deve conter alguns dados do viajante, quanto tempo vai ficar, motivo da visita, tipo de relacionamento com o residente. 

Isso é um documento informal que serve somente para ajudar os turistas a entrarem no país de seu destino. A carta-convite não dá privilégios que os cidadãos do país possuem.

Bem, caso você vá se hospedar em um hotel, por exemplo, um comprovante de reserva servirá como como comprovante de estadia. E se você alugou uma casa com alguma ferramenta tipo o AirBnB, o documento de reserva do mesmo também é válido.

Modelo de Carta-Convite

Vamos entrar em detalhes de quais dados precisa ter em uma carta-convite:

  1. Dados do anfitrião;
    • Nome completo, documento de identidade, endereço, contato, profissão e nacionalidade.
  2. Dados do turista;
    • Os dados necessários são praticamente os mesmos, precisa adicionar somente o número do passaporte.
  3. Motivo da visita;
    • Lazer? Assuntos ilegais? Trabalho? Estudo? Nos dois últimos casos precisa adicionar os detalhes da empresa/escola. E naquele outro, muito provavelmente, prisão ou deportação imediata.
  4. Qual o vínculo com o turista?
    • Parente? Amigos? Pen pals? Namorados?
  5. Período de estadia.
    • Dia de chegada e de saída.
  6. Termo de responsabilidade financeira.
    • Esse é opcional, só precisa pôr, caso o residente do país vá bancar a estadia do turista.

Em qual língua deve ser redigida? A preferência sempre é na língua do país que você vai visitar. E muitas vezes é seguro ter consigo uma cópia em inglês.

Ah, vale notar que ela serve somente para uma viagem.

O meu amigo estrangeiro precisa de carta-convite ou seguro viagem pra me visitar?

Menina Escrevendo Carta Home Conceito
Carta-convite para estrangeiros

Esse tópico é um outro grande “depende”. O Brasil trabalha com uma política de concessão de vistos baseado de em reciprocidade. Em outras palavras, se o país do turista estrangeiro não exigir vistos para brasileiro entrarem, nós não exigimos. Mas, infelizmente, há exceções. 

Uma coisa que seu amigo do exterior precisa ficar atento à; é que a obtenção do visto não é realizada em solo nacional. Ou seja, ele tem que obtê-lo na embaixada brasileira no seu país de origem. Se ele precisa ou não do visto, pode consultar facilmente no portal do Itamaraty nesse link: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/vistos-para-viajar-ao-brasil.

Se for o caso do seu amigo, pode seguir o mesmo modelo de carta-convite logo acima.  

Ah, e estrangeiros podem ser atendidos pelo SUS. Contudo, o seguro viagem é recomendado para todos os turistas, independente da nacionalidade e destino. Vale lembrar que estamos em um país de clima tropical e subtropical, nossa culinária pode ser bem pesada e temos diversos insetos bem perigosos.  Nórdicos desmaiando em nossas praias, japoneses sendo vencidos pela nossa feijoada etc… Por fim, seu amigo precisa sim de um seguro viagem.

Quando precisa usar a carta-convite?

Oficial do serviço de guarda de fronteira do estado. Controle de passaporte.
Quando precisa usar a carta-convite?

A resposta aqui é “depende do seu destino”. Países onde são necessários vistos prévios, provavelmente será necessário apresenta-la durante a entrevista ou entrega de documentos no consulado do país para qual você irá visitar.

Em outros países, por exemplo como os do tratado de Schengen, ela deverá ser apresentada para os oficiais de imigração no país em questão. E, assim como os países do tratado de Schengen o seguro viagem é obrigatório, além do comprovante de estadia. Temos outro post explicando certinho quais são os países do tratado e no que ele afeta nossas viagens pra lá. 

E ela não garante o visto, ela apenas irá auxiliá-lo na obtenção do mesmo. Para o visto ser obtido, cada país tem um conjunto de documentos necessários. Comprovantes financeiros e de estadia, motivo da viagem, alguns tem o seguro como obrigatoriedade etc. Fique atento em todas essas peculiaridades que variam a cada destino. E, qualquer coisa, existem empresas que te ajudam na obtenção do visto, como a Schultz Vistos.

Aproveitando esse assunto, vamos falar rapidinho sobre os documentos mais comuns na obtenção de um visto de turismo. São: um passaporte válido, documentação (RG, CPF), um (ou dois, ou três, ou mais) formulários preenchidos e assinados, fotos (muitas vezes em tamanhos que eu nem sabia que existiam), o tal comprovante de estadia (carta-convite, comprovante de reserva no hotel etc.), comprovantes que demonstrem sua capacidade financeira de se manter pelo tempo da sua estadia (declaração do IR, cartão de crédito, dinheiro, extrato bancário), passagem aérea de ida e volta, e o nem sempre obrigatório, mas sempre recomendável seguro viagem

Os documentos variam, e às vezes podem ser numerosos, portanto, dê uma checada no site da embaixada da nação que você quer visitar.

E o seguro viagem? Quando precisa?

Intoxicação alimentar, náusea e conceito de doença. Retrato de jovens homens e mulheres turistas sentindo dor de estômago, sofrendo de diarréia depois que eles comeram algum alimento exótico durante a viagem no país asiático
E o seguro viagem? Quando precisa?

Já falamos porque você precisa contratar um seguro viagem em todas as suas viagens, mesmo em países nos quais o seguro viagem não é obrigatório. Em resumo, além dos possíveis altos custos médicos, temos também outros motivos como tranquilidade em caso de atraso de voo, atraso de bagagem ou até mesmo extravio de bagagem. Assim como assistências em caso de perda ou furto de documentos.

E vale lembrar que a carta-convite é um documento informal. Ele não dará nenhum direito para o turista. Por exemplo, caso o país que você vá visitar possua alguma forma de atendimento gratuito de saúde, pode ser que ele seja somente para os seus cidadãos, a carta-convite não te dará esse direito. Se for preciso um atendimento médico durante sua estadia, sua consulta deverá ser em uma rede de atendimento privada. Se você tiver adquirido o seguro viagem antes, não será necessário se preocupar com isso.

Por fim, o seguro viagem que te protegerá contra imprevistos, e a carta-convite servirá como comprovante de estadia.

Related posts

1 comentário

Tratado de Schengen: o que é? | Blog Seguro Viagem Vital Card 28 de maio de 2020 at 19:34

[…] de estadia. Recibo do hotel ou hostel, carta-convite do seu amigo ou parente que mora em um desses locais. Basicamente, algo que ateste aonde você […]

Resposta

Deixe um Comentário